“Às dez no largo”: música que se faz ouvir de janela em janela

Fonte: Pinterest

Todas as noites, pelas 22h, o largo Curso Silva Monteiro, no Porto, vive e partilha com o mundo a música que usa para combater o isolamento.

O movimento “Às dez no largo” teve início a 19 de março no largo Curso Silva Monteiro, no Porto. Após os aplausos à janela, que homenagearam os profissionais de saúde, primeiramente em Itália, estes portuenses decidiram replicar outro movimento de união realizado no país.

De porta em porta, Leonor Cabral apresentou a proposta aos vizinhos. O sucesso foi imediato. Aqueles que aceitaram participar, cerca de 50, “são informados da dinâmica e repertório todas as noites”, informa o Observador.

Um gesto simples, que permite aos moradores do largo não só sentir a música, (e vivê-la, uma vez que são eles os intérpretes), mas também esquecer um pouco os efeitos da pandemia. Todas as noites, pelas 22h, transmitem o “concerto” em direto através da conta de Instagram “Às Dez No Largo”, que reúne já 8518 seguidores.

A iniciativa, que começou com um “Porto Sentido”, de Rui Veloso, tem atraído a atenção de milhares de pessoas. Recentemente, a equipa das manhãs da Comercial decidiu aderir ao movimento. Os integrantes do grupo deixaram uma “mensagem de apoio e esperança aos moradores do largo que, tal como muitas famílias por todo o país, se encontram em casa para contrariar a propagação do novo coronavírus”, adianta O Observador.

Ver essa foto no Instagram

Porto Sentido #asdeznolargo #ficaremcasa #cmporto

Uma publicação compartilhada por Largo Curso Silva Monteiro (@asdeznolargo) em