Fronteiras entre Portugal e Espanha mantêm-se fechadas

Fonte: Nuno Veiga/ Lusa

As fronteiras terrestres com Espanha vão se manter encerradas para além do dia 14 de maio. A decisão foi aprovada em Conselho de Ministros, que se realizou na passada terça-feira por via eletrónica.

O comunicado divulgado no final da reunião consta que “o Conselho de Ministros aprovou hoje a resolução que prorroga a reposição, a título excecional e temporário, do controlo de pessoas nas fronteiras, no âmbito da pandemia da doença Covida-19”. Esta medida entra em vigor às 00h de quinta-feira, 14 de maio.

A Lusa relembra que a intenção de prolongar o controlo de pessoas nas fronteiras já tinha sido manifestada pela voz do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, durante uma audição na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais. O ministro, na altura, não deu uma data de reabertura. Apenas frisou que isso está “dependente do sucesso” de Portugal e de Espanha na luta contra a Covid-19.

Estão impedidas as deslocações turísticas e de lazer entre os dois países. Apenas a circulação de transportes de mercadorias e de trabalhadores transfronteiriços é permitida.

Desde as 23h de 16 de março que as fronteiras com o país vizinho estão a ser controladas. Os 9 pontos de fronteira em funcionamento são Valença-Tuy (1), Vila Verde da Raia-Verín (2), Quintanilha-San Vitero (3), Vilar Formoso-Fuentes de Oñoro (4), Termas de Monfortinho-Cilleros (5), Marvão-Valência de Alcântra (6), Caia-Badajoz (7), Vila Verde de Ficalho-Rosal de la Frontera (8) e Castro Marim-Ayamonte (9).

Fonte: GNR