Nuno Lobo é candidato à presidência do FC Porto

Fonte: Artur Machado | O Jogo

Nuno Lobo formalizou esta segunda-feira, dia 4 de maio, a candidatura à presidência do FC Porto. O agora candidato entregou cerca de 300 assinaturas à Mesa da Assembleia Geral do clube, validando o seu propósito e entrando então para a corrida.

No campo eleitoral, estão, até à data, Pinto da Costa e José Fernando Rio, a quem se junta o empresário da restauração. De acordo com o Público, o presidente da Mesa da Assembleia Geral do FC Porto, Matos Fernandes, recebeu as três candidaturas e marcou uma reunião para sábado, às 18h, no auditório do Dragão.

Ali, vai anunciar a validação das três listas, “sortear as mesmas para o boletim de voto” e, pensa Nuno Lobo, marcar as eleições. De recordar que estas estavam previstas para o dia 18 de abril, entretanto, adiadas, devido à Covid-19.

A candidatura surge pela necessidade, na perspetiva de Nuno Lobo, de finalizar um ciclo, tendo em vista a mudança, que não passa pela permanência do atual presidente. Ainda assim, admite “enorme respeito e gratidão” por Pinto da Costa, estando a pensar propô-lo, uma vez na liderança, para “presidente honorário”.

Que haja liberdade de expressão, que sejam eleições para unir o FC Porto, não desunir. Que não sejam vistas como uma guerra, que sejam pacíficas. Que o universo portista ouça os vários candidatos, pela primeira vez.

Nuno Lobo

Para se apresentar enquanto candidato, Nuno Lobo precisou de recolher um mínimo de 300 assinaturas. Em confinamento, admitiu que foi “muito difícil”, na medida em que sentiu entraves em contactar com as pessoas e a cativar sócios. Isto, “sem presença física”. Na sua opinião, teria sido melhor circular pelo Olival e pelo Dragão, tendo em conta que as pessoas o conheceriam e assinariam “de certeza absoluta”.

Deixamos-lhe abaixo uma cronologia que dá conta dos presidentes do clube até à data.

Made with Visme Infographic Maker