Estado de saúde do líder norte-coreano desencadeia rumores

O estado de saúde do líder norte-coreano é desconhecido. Uma equipa que inclui especialistas médicos e oficiais de topo do Partido Comunista Chinês partiu na terça-feira rumo a Pyongyang. São vários os boatos sobre como se encontra Kim Jong-un

Segundo a Reuters, que diz não ter conseguido obter uma confirmação oficial das autoridades chinesas, a equipa enviada à Coreia do Norte é coordenada pelo organismo do Partido Comunista Chinês responsável pelas relações internacionais.

Este sábado, o vice-director da estação de televisão HKSTV, de Hong Kong, disse saber “de fonte muito sólida” que Kim morreu. Outro órgão de informação, o Shukan Gendai, japonês, relatava que as suas fontes contaram que Kim colapsou numa visita ao campo, necessitou de uma operação ao coração, tendo entrado em estado vegetativo durante o procedimento. 

Ainda não é possível tirar conclusões sobre o estado de saúde de Kim Jong-un, segundo a agência Reuters. Nos últimos dias têm surgido uma série de relatos contraditórios. No Daily NK, um jornal gerido por dissidentes norte-coreanos, foi relatado que o líder norte-coreano havia sido submetido a uma cirurgia cardíaca. A imprensa norte-americana, com uma versão mais dramática, rapidamente divulgou a notícia, colocando Kim Jong-un à beira da morte. No entanto vários funcionários do governo sul-coreano e da china contestaram esta informação e as autoridades sul-coreanas disseram não ter detetado sinais de atividade incomum na Coreia do Norte.

Donald Trump também desvalorizou as informações e declarou que “essa informação estava errada”, assumindo que “foi uma falsa informação da CNN”. Além disto, recusou-se a dizer se tinha entrado em contacto com as autoridades norte-coreanas.