Roger Federer defende união entre as associações de ténis masculina e feminina

Fonte: Tennis World USA

O tenista suíço defendeu esta quarta-feira, dia 22 de abril, a união entre as associações profissionais de ténis masculina (ATP) e feminina (WTA). Federer usou a sua conta de Twitter para expressar o seu ponto de vista.

Roger Federer começou por escrever no Twitter que a ATP e a WTA se deviam unir. O tenista defende que não quer dizer que as competições se fundam, mas que as associações se juntem, para dirigir os circuitos do ténis feminino e masculino. Explica ainda que, perante os tempos difíceis que o desporto está a atravessar, existem duas opções: “podemos sair disto com dois corpos mais fracos ou um corpo forte” referindo-se às duas associações.

Alguns tenistas conhecidos juntaram-se ao debate apoiando a ideia de Federer. Um dos comentários foi feito pelo tenista espanhol, Rafael Nadal. Apesar de os dois serem rivais no campo de ténis, Nadal concordou com Federer e confessou que “seria ótimo sair desta crise mundial com a união do ténis masculino e feminino numa só organização”.

O tenista suíço respondeu ainda a outras observações feita por uma das suas páginas de fãs. Esta refere que era melhor que a ATP e a WTA se fundissem pois não gosta do facto de existirem dois circuitos diferentes para as competições. Federer concorda e admite que é “muito confuso para os fãs quando existem diferentes sistemas de classificação, logótipos diferentes, websites diferentes e categorias de torneios diferentes”.